Tamanho do texto

Companhia aponta prejuízo no curto prazo como consequência da medida de redução do Imposto sobre Produtos Industrializados

A Companhia de Locação das Américas (Locamerica) prevê registrar perdas no curto prazo como consequência da medida de redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para veículos nacionais, anunciada pelo governo federal em abril.

No segundo trimestre, a empresa espera que o impacto negativo no valor recuperável dos veículos e no da frota operacional, neste caso devido à aceleração da depreciação, seja de 7% a 8% no registro contábil relativo a 31 de março, "com 70% a 80% desse ajuste ocorrendo em 2012", segundo a companhia.

MaisEstrangeiros ficam com metade das ações na oferta da Locamerica

Especificamente para o valor recuperável de veículos que estão sendo retirados de operação, com o objetivo de renovar a frota, a Locamerica estima perdas de R$ 10 milhões a R$ 15 milhões entre abril e junho. No médio prazo, no entanto, a empresa acredita que a redução do IPI apresenta aspectos positivos, como menores custo de aquisição e efeito no caixa para expansão da frota, aceleração das vendas e liquidez no mercado de seminovos.

A Locamerica espera ainda manutenção ou melhoria nos preços de locação para compensar o aumento dos custos de depreciação. Em comunicado divulgado ontem à noite, a companhia informou também que, no dia 6 contratou empréstimo de R$ 200 milhões do Banco do Brasil, com prazo de financiamento de sete anos e uma taxa de financiamento de CDI mais 2%. Com o empréstimo, a Locamerica tem o objetivo de alongar a dívida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.