Tamanho do texto

Grupo de investimento sueco-chinês National Electric Vehicle Sweden fechou acordo para comprar a montadora sueca

Um grupo de investimento sueco-chinês fechou acordo para comprar a montadora sueca Saab com meta de produção de veículos elétricos, disse nesta quarta-feira o administrador do processo de falência da companhia.

Em comunicado, o administrador não deu mais detalhes sobre quanto a National Electric Vehicle Sweden (Nevs) estava pagando pela Saab e quanto investirá.

"A companhia começará uma nova operação em Trollhattan (sede da Saab, no oeste da Suécia), onde o desenvolvimento e a produção se focarão inteiramente em carros elétricos", disse.

TambémMontadora sueca Saab encontra comprador, segundo jornal

A Saab, fabricante de carros icônicos desde 1947, foi declarada insolvente no final de 2011, com dívida de cerca de 13 bilhões de coroas suecas (US$ 1,8 bilhão). O colapso ocorreu menos de dois anos depois da General Motors tê-la vendido para o grupo holandês Spyker. Os administradores da montadora vinham procurando um comprador desde então.

O presidente-executivo e principal dono da Nevs é o chinês com cidadania sueca Kai Johan Jiang. Enquanto isso, o presidente do conselho da Nevs é Karl-Erling Trogen, um ex-diretor da divisão de caminhões e equipamentos de construção da Volvo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.