Tamanho do texto

Estaleiro brasileiro precisa encontrar até agosto um novo parceiro técnico para a construção de navios petroleiros encomendados pela Transpetro

EAS tem prazo até final de agosto para encontrar um novo parceiro tecnológico para a construção de navios encomendados pela Transpetro.
Jorge Luiz Bezerra
EAS tem prazo até final de agosto para encontrar um novo parceiro tecnológico para a construção de navios encomendados pela Transpetro.
O estaleiro japonese IHI, controlado pela Mitsui, estuda se tornar sócio e parceiro tecnológico do Estaleiro Atlântico Sul (EAS), um dos principais estaleiros envolvidos no Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef), com encomendas de 22 navios para a Transpetro. A notícia é do Valor, que diz que os japoneses tem prazo até o final de julho para decidir. Segundo o jornal, o processo de due diligence (avaliação dos números do estaleiro) começou há cerca de um mês e meio.

Leia também:  Estaleiro Atlântico Sul busca novos parceiros

O EAS corre contra o tempo. No dia 28 de maio, a Transpetro suspendeu a execução dos contratos de compra e venda de 16 das duas embarcações encomendadas ao EAS, em função do atraso na entrega de dois anos do João Cândido e da saída da Samsung do capital da empresa. Para garantir a continuidade dos contratos, até dia 30 de agosto, o estaleiro terá que comprovar que encontrou um novo parceiro técnico com experiência na construção de navios, um plano de ação "com cronograma confiável" de construção e projeto de engenharia dos navios que seja considerado adequado. Caso não consiga, corre o risco de ter os contratos rescindidos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.