Tamanho do texto

Eugene Polley desenvolveu em 1955 o "Flash-Matic", dispositivo que usava impulsos de luz e sensores nos aparelhos de televisão para efetuar a troca de canal

 Eugene Polley, inventor do 1º controle de TV
AP
Eugene Polley, inventor do 1º controle de TV
O inventor do controle remoto de televisão, Eugene Polley, morreu aos 96 anos, no estado de Illinois, nos Estados Unidos, de causas naturais, informou nesta terça-feira a empresa para qual ele trabalhava.

Polley criou em 1955 o "Flash-Matic", dispositivo que utilizava impulsos de luz e sensores nos aparelhos de televisão para mudar de canal ou apagar a tela e "cortar os longos anúncios", dizia um dos anúncios da época.

Os sensores nas televisões na época podiam confundir estímulos e muitas vezes os canais mudavam involuntariamente em dias de sol.

O primitivo controle remoto, que progressivamente foi substituído por dispositivos que utilizavam ondas infravermelhas, fixou as bases do sedentarismo em frente à televisão, das disputas familiares, das mudanças de canal durante os intervalos e das brigas pela audiência.

Zenith, a empresa onde Polley trabalhou, disse que o inventor morreu de causas naturais na cidade de Downers Grove, em Illinois, após 47 anos de carreira como engenheiro, período em que foi pioneiro em tecnologias de rádio, televisão e o precursor do que agora é o DVD.

Polley, ao lado de Robert Adler, outro dos inventores do controle remoto, recebeu um prêmio Emmy em 1997 por ser o "pioneiro no desenvolvimento" do dispositivo.

Publicidade de 1955 mostra o Zenith
AP
Publicidade de 1955 mostra o Zenith "Flash-Matic", o pai dos controles remotos