Tamanho do texto

Motivo alegado são as vendas abaixo do esperado do modelo híbrido, movido a gasolina ou eletricidade

Chevrolet Volt
Bloomberg via Getty Images
Chevrolet Volt
A GM americana vai interromper por cerca de cinco semanas a produção de sua maior aposta de carro híbrido colocada no mercado até agora, o Chevrolet Volt, capaz de rodar com gasolina ou eletricidade. O motivo alegado pela montadora são as vendas abaixo do esperado e estoques em alta. A notícia é dos sistes da CNBC e do Wall Street Journal. Cerca de 1,3 mil funcionários serão dispensados.

Leia também: Carro elétrico terá caminho longo até chegar ao Brasil

Segundo informações publicadas pela CNBC, a expectativas inicial de vendas da GM para o modelo eram de 10 mil unidades em 2011 e 60 mil neste ano. No ano passado, foram vendidos pouco mais de 7,6 mil e, neste, cerca de 1,6 mil, até agora.

Entre os motivos apontados para o baixo desempenho das vendas estão a distribuição focada em mercados selecionados e problemas com baterias que acabaram pegando fogo, além do preço (US$ 33,5 mil, ou R$ 58 mil), considerado alto nos Estados Unidos.

O Volt não é vendido no Brasil. Mas estima-se que carros elétricos, de modo geral, chegariam hoje por aqui na faixa dos R$ 250 mil, incluídos impostos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.