Tamanho do texto

Grupo português SAG mantém controle do capital da Unidas, que prevê maior demanda por aluguel de veículos com Copa e Olimpíada

Demanda por aluguel de veículos crescerá com Copa e Olimpíada
Getty Images
Demanda por aluguel de veículos crescerá com Copa e Olimpíada
A Unidas, segunda maior locadora de veículos do País, recebeu uma aporte de R$ 300 milhões de três fundos de investimento em participações geridos por Gávea Investimentos, Kinea Investimentos e Vinci Partners. O grupo português SAG se mantém como maior acionista da companhia, mas os novos investidores passarão participar ativamente na gestão da locadora de veículos.

“A capitalização permitirá que a Unidas acompanhe e eventualmente supere o ritmo de crescimento do mercado nos próximos anos, além de contribuir para a consolidação da estrutura de capital e para conseguir um perfil de dívida mais adequados”, afirmou Pedro de Almeida, presidente executivo da companhia, em comunicado à imprensa.

Historicamente, o segmento de locação de carros cresce entre 2,5 a 4 vezes o PIB. A expectativa é de que eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas tornem o cenário ainda mais promissor para o segmento. No mundo, as quatro maiores empresas possuem uma participação de mercado em torno de 85%, mas, no Brasil, esse percentual ainda é baixo, situando-se em torno de 45%, informou a empresa.

“A expectativa é de que a competição tenda a ser mais racional nos próximos anos e a consolidação aconteça de forma orgânica, dado que os grandes players terão capacidade de negociar melhor a frota e captar recursos em condições mais atrativas”, disse Almeida.


Fusões e aquisições caem 3% durante o primeiro trimestre de 2011, no País

Contrariando expectativa, carros argentinos vendem mais em maio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.