Tamanho do texto

Setor de micro e pequenas empresas paulistas faturou R$ 28,3 bilhões no primeiro mÊs deste ano

selo

O faturamento real das micro e pequenas empresas paulistas aumentou 8,8% em janeiro na comparação com o mesmo mês de 2011 e chegou a R$ 28,3 bilhões - R$ 2,3 bilhões a mais. Em comparação com dezembro, o faturamento apresentou queda de 12,6%, recuo esperado por conta de os números de dezembro serem inflados pelas compras de Natal e o início de ano ser época de férias coletivas. Os dados são da pesquisa Indicadores, realizada pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado de São Paulo (Sebrae-SP).

De acordo com a entidade, a alta verificada em janeiro foi influenciada pelos setores de serviços e comércio, que registraram elevações de 11,5% e 11,2%, respectivamente. As micro e pequenas empresas industriais tiveram queda de 3,2% no faturamento real em janeiro sobre o mesmo mês de 2011. "Os resultados fracos da indústria são atribuídos aos efeitos dos aumentos dos juros básicos no primeiro semestre de 2011 e à concorrência com importados", afirma nota do Sebrae-SP.

O estudo indica resultados positivos em todas as regiões do Estado em janeiro ante janeiro de 2011: Grande ABC (13,5%), Região Metropolitana de São Paulo (9,8%), interior (7,7%) e capital paulista (6,2%). O Sebrae-SP afirma esperar "ligeira melhora" no desempenho das micro e pequenas empresas da indústria a partir do segundo semestre por conta da redução dos juros iniciada em agosto de 2011.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.