Tamanho do texto

Forte resultado da maior companhia de petróleo do mundo foi puxado por aumentos na produção e na cotação do petróleo no período

A maior petroleira do mundo, a Exxon Mobil, viu seu lucro trimestral praticamente dobrar perante o ano passado, puxado pelos aumentos da produção e da cotação do petróleo.

O ganho ficou em US$ 7,56 bilhões, cerca de R$ 13,4 bilhões, ou US$ 1,60 por ação, comparável aos US$ 3,95 bilhões, cerca de R$ 7 bilhões, (US$ 0,81 por papel) apurados no segundo trimestre de 2009, e superou a estimativa de analistas.

A receita da Exxon Mobil, maior empresa do mundo por valor de mercado, aumentou 24%, para US$ 92,5 bilhões no trimestre.

A produção em barris de óleo equivalente aumentou 8% sobre o período abril-junho de 2009, impulsionada pelos resultados da exploração nas bases da empresa no Qatar.

A divisão de "upstream", que inclui a exploração e produção de petróleo e gás, gerou lucro de US$ 5,336 bilhões.

As atividades de "downstream" - que compreendem, entre outras, o refino do petróleo - proporcionou ganhos de US$ 1,22 bilhão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.