Tamanho do texto

São Paulo, 8 out (EFE).- A multinacional espanhola de aluguel de maquinaria, GAM, anunciou hoje um investimento de 10 milhões de euros este ano no Brasil com o objetivo de impulsionar suas atividades no país.

São Paulo, 8 out (EFE).- A multinacional espanhola de aluguel de maquinaria, GAM, anunciou hoje um investimento de 10 milhões de euros este ano no Brasil com o objetivo de impulsionar suas atividades no país. Em entrevista à Agência Efe, o presidente da GAM, Pedro Luis Fernández, precisou que 80% do total do investimento da companhia será destinado ao Brasil, um mercado que apresenta "todas as condições necessárias" para impulsionar o crescimento da empresa. Em sua opinião, o Brasil está realizando um forte investimento em infraestruturas e, além disso, "não tinha desenvolvido um líder no mercado de aluguel", o que abre oportunidades para as atividades da GAM, que conta, entre seus clientes, com empresas como Acciona e Petrobras. Além disso, destacou "uma certa afinidade cultural" entre Brasil e Espanha como elemento facilitador do desenvolvimento do negócio. Para Fernández, a realização dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, em 2016, e da Copa do Mundo, em 2014, vai criar novas oportunidades para o setor. Também explicou que a experiência das empresas espanholas, que executaram grandes projetos de infraestruturas nos últimos anos na Espanha, é um fator positivo que contribui para o bom desempenho. O responsável da delegação GAM no Brasil, Manuel Bezares, citou como um dos empecilhos para o desenvolvimento do setor de infraestruturas as dificuldades na concessão das permissões. Em julho, a empresa assinou uma linha de financiamento para a aquisição de nova maquinaria por importe de 30 milhões de euros para destiná-la de forma integral aos projetos na área internacional. A companhia, que possui 2.300 profissionais, registrou perdas de 18,07 milhões de euros no primeiro semestre deste ano, o triplo do resultado negativo do mesmo período em 2009. EFE mb/tf

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.