Tamanho do texto

O lucro líquido da farmacêutica Americana Eli Lilly cresceu 38% no terceiro trimestre, somando US$ 1,3 bilhão (US$ 1,18 por ação)

O lucro líquido da farmacêutica Americana Eli Lilly cresceu 38% no terceiro trimestre, somando US$ 1,3 bilhão (US$ 1,18 por ação). Em igual período do ano passado, a empresa registrou ganho de US$ 941,8 milhões (US$ 0,86 por ação).

Excluindo despesas, que atingiram quase US$ 550 milhões no período, o lucro da companhia teria somado US$ 1,2 bilhão entre julho e setembro de 2009. A receita da empresa cresceu 1,7% no período, de US$ 5,56 bilhões no terceiro trimestre de 2009 para US$ 5,65 bilhões entre julho e setembro deste ano.

O medicamento mais vendido da Eli Lilly, o Zyprexa, para transtornos psicóticos, registrou queda de 1% em vendas, na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, somando US$ 1,21 bilhão.

O impacto veio da queda de 7% nas vendas em mercados internacionais, explicou a companhia. A receita do antidepressivo Cymbalta, a segunda maior da empresa, teve alta de 4%, em um ano, para US$ 825,3 milhões no terceiro trimestre.

A farmacêutica também destacou um crescimento de 12% na receita de medicamentos de uso veterinário, que somou US$ 353,2 milhões no último trimestre. Com base nos resultados do terceiro trimestre, a Eli Lilly elevou a previsão de ganho por ação para o ano de 2010, que deve ficar entre US$ 4,55 e US$ 4,65.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.