Tamanho do texto

Londres, 1 out (EFE).- O custo do vazamento no Golfo do México já alcança US$ 11,2 bilhões, informou hoje a companhia petrolífera British Petroleum (BP), que desde hoje conta com um novo executivo-chefe, Bob Dudley.

O custo do vazamento no Golfo do México já alcança US$ 11,2 bilhões, informou hoje a companhia petrolífera British Petroleum (BP), que desde hoje conta com um novo executivo-chefe, Bob Dudley. A empresa divulgou a quantia no dia em que Dudley substitui Tony Hayward, cuja saída foi anunciada há alguns meses, após a crise pela explosão na plataforma Deepwater Horizon no mês de abril. Apesar do aumento do custo de limpeza no golfo, Dudley encorajou os investidores a sugerir ontem que se poderia retomar o pagamento de dividendos aos acionistas no começo do próximo ano. Assim, as ações da BP (que suspendeu os dividendos por causa da crise do vertido) subiam hoje na Bolsa de Valores de Londres 2,73%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.