Tamanho do texto

Em dezembro, o indicador havia subido 1,8%; dados estão na Pesquisa Mensal de Comércio (PMC)

O volume de vendas no varejo ampliado, que inclui o varejo e as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção, subiu 1,4% em janeiro na comparação com dezembro, já descontados os efeitos sazonais.

Em dezembro, o indicador havia subido 1,8% em relação a novembro. Os dados constam da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A receita nominal do varejo ampliado aumentou 1,7% em janeiro, depois de subir 2,4% em dezembro frente a novembro, já descontados os efeitos sazonais.

Na comparação com janeiro de 2011, o volume de vendas do varejo ampliado subiu 7,7%, depois de uma alta de 6,7% em dezembro (sobre dezembro de 2010). A receita nominal avançou 10,4% em janeiro, após alta de 10,1% em dezembro sobre dezembro de 2010.

Em 12 meses, o volume de vendas do varejo ampliado acumula alta de 6,4% frente aos 12 meses anteriores, enquanto a receita nominal subiu 9,1% em igual intervalo.

No varejo restrito, o volume de vendas subiu 2,6.% em janeiro sobre dezembro, já descontados os efeitos sazonais. Na comparação com janeiro de 2011, a alta foi de 7,3%, enquanto ao acumulado em 12 meses as vendas do varejo restrito subiram 6,6%.

Destaque na pesquisa, o item super e hipermercados subiu 7,9% em janeiro sobre dezembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.