Tamanho do texto

A expectativa é de que as lojas virtuais faturem R$ 620 milhões com a data

O comércio eletrônico deverá registrar crescimento de 40% nas vendas do Dia das Mães deste ano, em relação ao mesmo evento de 2009, segundo projeção da consultoria e-bit, especializada em informações sobre o setor. A expectativa é de que as lojas virtuais faturem R$ 620 milhões com a data, que é a segunda mais importante para o setor, atrás apenas do Natal.

Em nota, Pedro Guasti, diretor geral da e-bit, diz que o volume de vendas deverá ser puxado pelas promoções que serão feitas pelas lojas, em meio a um ambiente mais competitivo no setor. Segundo ele, as melhores condições de pagamento - que incluem parcelamentos de 12 vezes sem juros - permitirão vendas de presentes mais caros.

"Acreditamos que essa deva ser a grande aposta para o Dia das Mães", aponta Guasti. Assim, a e-bit espera que os produtos das linhas de cosméticos e perfumaria, telefonia móvel e eletrônicos - incluindo televisores de plasma - sejam os destaques de vendas, junto com a tradicional linha de flores e cestas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.