Tamanho do texto

No acumulado do primeiro bimestre, as vendas do setor supermercadista alcançaram alta de 7,57%, ante 2011

As vendas reais do setor supermercadista em fevereiro avançaram 11,58% em relação ao mesmo mês de 2011, de acordo com o Índice Nacional de Vendas, divulgado pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Os índices foram deflacionados pelo IPCA. Segundo superintendente da Abras, Tiaraju Pires, a alta mostra que "o setor conseguiu atrair parcela significativa do aumento da renda do trabalhador ocorrida no período, incluindo-se aí o aumento de 14,1% no salário mínimo.

" No acumulado do primeiro bimestre, as vendas do setor supermercadista alcançaram alta de 7,57%, na comparação com igual período de 2011. Em relação a janeiro deste ano, houve uma queda real de 0,18%. Segundo Pires, a queda era esperada por conta do efeito calendário. Em valores nominais, o índice de vendas da Abras apresentou crescimento de 18,10% em fevereiro em relação a fevereiro de 2011 e alta de 0,27% sobre janeiro deste ano.

No bimestre, o avanço nominal foi de 14,07%, na comparação ao mesmo período do ano passado. O valor cesta de 35 produtos de largo consumo (AbrasMercado), analisada pela GfK, apresentou queda de -0,25%, em relação a janeiro deste ano. Já na comparação com fevereiro de 2011, avançou 5,83%, passando de R$ 298,68 para R$ 316,10. Os produtos com as maiores altas em fevereiro, na comparação com janeiro, foram feijão (11,52%), seguido pela cebola (8,75%) e o café (4,06%). As maiores quedas foram registradas no tomate (-21,34%), farinha de trigo (-4,23%) e farinha de mandioca (-3,83%%).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.