Tamanho do texto

Queda do faturamento deve-se à saída da rede Dia, que foi desmembrada do grupo. Vendas das lojas Carrefour aumentaram 8,9%

Loja da rede Dia, que foi desmembrada pelo Carrefour em 2011
Getty Images
Loja da rede Dia, que foi desmembrada pelo Carrefour em 2011
O Carrefour, a segunda maior varejista de alimentos do Brasil, informou que seu faturamento foi de R$ 28,766 bilhões em 2011 no País. Em 2010, segundo informações divulgadas pela varejista à Associação Brasileira de Supermercados (Abras), o grupo francês havia faturado R$ 29 bilhões, o que representou uma queda de 1% em suas vendas no mercado brasileiro.

Leia também: Varejo de alimentos passa a ser dominado por grupos estrangeiros

“O resultado (de 2011) não considera as vendas da bandeira Dia, que, em 05 de julho do ano passado, teve suas operações separadas do Grupo Carrefour e passou a responder como uma nova companhia. No período, o Carrefour Brasil registrou crescimento de 8,9%”, informou o Carrefour, em comunicado à imprensa.

Em 2011, a varejista francesa foi pivô de uma crise entre o empresário brasileiro Abilio Diniz e seu sócio no Grupo Pão de Açúcar, o grupo francês Casino. Diniz aproximou-se do Carrefour para costurar uma fusão do Grupo Pão de Açúcar com a multinacional francesa no Brasil. O acordo diluiria a participação do Casino no Pão de Açúcar e o impediria de exercer o direito de assumir o controle acionário da maior varejista brasileira, o que será feito em junho deste ano. O Casino abortou os planos de Diniz e está processando o empresário brasileiro em um tribunal arbitral instaurado em São Paulo.

Leia também: Dono do Casino retira Abilio Diniz de conselho do grupo, na França

Veja como ficou o ranking dos supermercados no Brasil:

Empresa                                 Faturamento (2010)                  Faturamento (2011)
Grupo Pão de Açúcar                         R$ 36,1 bi                          R$ 52,6 bi
Carrefour                                            R$ 29,0 bi                          R$ 28,7 bi
Walmart                                              R$ 22,3 bi                          R$ 23,5 bi
Cencosud                                           R$ 3,5 bi                            R$ 6,2 bi
Total 4 maiores                                   R$ 90,9 bi                          R$ 111,0 bi
Total Setor                                          R$ 201,6 bi                        R$ 224,3 bi

Fonte: Associação Brasileira de Supermercados (Abras)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.