Tamanho do texto

Por conta do desempenho mais fracos, Abeiva revisou projeção de vendas de uma queda de 20% para uma de 40%

selo

As vendas de veículos importados no mês de fevereiro somaram 10.430 unidades, o que representou um recuo de 12,3% em relação ao mesmo mês do ano passado. Se comparado às vendas registradas em janeiro, a queda foi de 8,2%. Os dados foram divulgados pela Associação Brasileira dos Importadores de Veículos Automotores (Abeiva).

De acordo com a entidade, a participação das suas associadas no mercado interno ficou em 4,42% no mês passado, ante uma fatia de 4,5% em janeiro e de 4,6% em fevereiro de 2011. No primeiro bimestre do ano, as vendas atingiram 21.797 veículos, o que representa um crescimento de 0,8% ante igual intervalo de 2011.

"O mercado interno está instável, está sem referência de preços, com exceção dos veículos vindos do México e da Argentina, com alíquota zero do Imposto de Importação e sem alta do IPI, que tiveram suas vendas duplicadas neste início de ano", afirmou José Luiz Gandini, presidente da Abeiva. O aumento do IPI em 30 pontos porcentuais para carros importados está em vigor desde a metade de dezembro de 2011.

Por conta do desempenho mais fraco do que o esperado, a Abeiva revisou a projeção de vendas de veículos importados anunciada em janeiro. Agora, a entidade estima queda das vendas em 40% em 2012 em relação ao volumes registrado em 2011, quando as vendas somaram 199.366 unidades. A projeção anterior apontava para uma queda de 20%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.