Tamanho do texto

As quatro maiores redes, Pão de Açúcar, Carrefour, Walmart e Cencoud, elevaram participação de mercado de 45% para 50%

Com aquisição do Grupo Pão de Açúcar pelo Casino, estrangeiros passam a deter 50% do varejo alimentar no Brasil
Getty Images
Com aquisição do Grupo Pão de Açúcar pelo Casino, estrangeiros passam a deter 50% do varejo alimentar no Brasil
As quatro maiores redes de hipemercados e supermercados – os grupos Pão de Açúcar, Carrefour, Walmart e Cenconsud - , elevaram sua participação no mercado brasileiro de 45% em 2010 para 50% em 2011, o que mostra que o processo de concentração no setor continua avançando, apesar do fraco número de fusões e aquisições.

Leia também: Vendas do Carrefour no Brasil recuam 1% em 2011

A partir deste ano, quando o grupo francês Casino assume o controle acionário do grupo Pão de Açúcar, o varejo alimentar passará a ser dominado no Brasil por grupos de capital estrangeiro. A sede do Carrefour também fica na França, assim como a do Casino, enquanto o Walmart é americano e o Cencosud, chileno. 

O único brasileiro que resiste entre os cinco maiores varejistas nacionais é o Zaffari, do Rio Grande do Sul. O Bretas, de Minas Gerais, que chegou a figurar entre os cinco maiores grupos do varejo alimentar, foi vendido para os chilenos do Cencosud em outubro de 2010.

Leia também: Dono do Casino retira Abilio Diniz do conselho do grupo, na França

Segundo números divulgados pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras), as quatro maiores empresas faturaram juntas R$ 111 bilhões em 2011, quando as vendas do setor totalizaram R$ 224,3 bilhões. Em 2010, as mesmas quatro empresas haviam registrado vendas de R$ 90,9 bilhões, enquanto o setor de autosserviço como um todo alcançou um faturamento de R$ 201,6 bilhões.

Euforia chilena

O único que não perdeu o apetite por aquisições no varejo alimentar brasileiro foi o grupo chileno Cencosud, que adquiriu a rede carioca de supermercados Prezunic no ano passado. A agressividade do Cencosud já foi criticada por concorrentes, que avaliam que os chilenos estão pagando múltiplos extravagantes por negócios no Brasil.

Com a elevação dos preços dos ativos no País, que passou a atrair uma avalanche de investimentos estrangeiros, o Grupo Pão de Açúcar, Walmart e Carrefour saíram de cena e não compraram ninguém nos últimos meses. Os três grandes varejistas também precisaram concentrar seus esforços na reestruturação de seus negócios.

Veja como ficou o ranking dos supermercados no Brasil:

Empresa                                    Faturamento (2010)                    Faturamento (2011)
Grupo Pão de Açúcar*                   R$ 36,1 bi                                      R$ 52,6 bi
Carrefour                                       R$ 29,0 bi                                      R$ 28,7 bi
Walmart**                                      R$ 22,3 bi                                       R$ 23,5 bi
Cencosud***                                  R$ 3,5 bi                                         R$ 6,2 bi
Total 4 maiores                             R$ 90,9 bi                                       R$ 111,0 bi
Total Setor                                    R$ 201,6 bi                                     R$ 224,3 bi

* Inclui as redes Extra, Pão de Açúcar, Ponto Frio e Casas Bahia

**Inclui as redes Wal-Mart, Sam's Club, Bompreço, Mercadorama, Nacional, Maxxi e Todo Dia

***Inclui as redes GBarbosa, Bretas e Prezunic

Fonte: Associação Brasileira de Supermercados (Abras) 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.