Tamanho do texto

SÃO PAULO - Os serviços de TV por assinatura registraram 224

.749 novos assinantes no Brasil em setembro, o que representa um crescimento de 2,5% em relação à base de agosto. De janeiro a setembro, o setor ganhou mais de 1,6 milhão de assinantes, acumulando crescimento de 21,4%, que já supera os avanços verificados ao longo de todo ano de 2008 (18,18%) e 2009 (18,24%), destaca a Anatel em seu relatório. No acumulado dos últimos 12 meses, a base de assinantes do serviço cresceu 27,8% atingindo 9.073.817 domicílios, informou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Atualmente, os serviços de TV por Assinatura são distribuídos a cerca de 30 milhões de brasileiros, aponta a agência, com base no número médio de 3,3 pessoas por domicílio divulgado pelo IBGE na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) 2009. Entre agosto e setembro, os serviços de TV paga via satélite (DTH) cresceram 4,1% ante uma evolução de 4,3% no mês anterior. O número de novos assinantes de TV a cabo (TVC) desacelerou com crescimento de 1,5% em setembro, ante 2,1% em agosto e os serviços de microondas (Distribuição de Sinais Multiponto Multicanais - MMDS) perderam 1,4% da base de assinantes na mesma base de comparação. No acumulado do ano, serviços de DTH registravam crescimento de 41,7%, elevando a participação de mercado desta tecnologia de 37,4% em janeiro para 43,4% em setembro. Já a TV a cabo avançou 11,4% entre janeiro e setembro, mas elevou sua participação de 37,4% no início do ano para 53% no mês passado. As regiões que apresentaram maior incremento na base de assinantes de TV paga, nos últimos 12 meses foram Norte (avanço de 62,3% para 311,6 mil domicílios) e Nordeste (alta de 43,7% somando 850,7 mil domicílios). A região Sul, que registrou mais de 1,4 milhão de residências com TV por assinatura em setembro, apresentou o menor crescimento percentual em 12 meses (21,9%). A região Sudeste conta com o maior número de domicílios com TV por assinatura do país (mais de 5,96 milhões), tendo apresentado crescimento de 26,2% em um ano. No Centro-Oeste, 538.750 lares possuem TV paga - incremento de 24,7% em um ano. (Daniela Braun | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.