Tamanho do texto

Em um de seus discursos mais famosos, criador da Apple fala sobre o câncer que havia derrotado e de seu passado de filho adotivo

Em geral avesso a manifestações públicas que não sejam as dos lançamentos da Apple, Steve Jobs fez um discurso para alunos da Universidade de Stanford em 2005.

A fala ficou famosa não apenas pelos conselhos e anedotas (como a estocada na Microsoft , que teria copiado ideias da Apple), mas também porque nela Jobs fala do diagnóstico de câncer no pâncreas, ocorrido um ano antes.

"Lembrar que você vai morrer é a melhor maneira que eu conheço para evitar a armadilha de pensar que você tem algo a perder", disse ele. Veja abaixo a íntegra do discurso:

Jobs anunciou em agosto a renúncia do posto de principal executivo da Apple . Ele estava em tratamento contra um câncer no pâncreas, havia passado por um transplante de fígado em 2009 e estava de licença médica desde 17 de janeiro por condições de saúde não reveladas.

"Continue com fome. Continue bobo" é a mensagem que encerra o famoso discurso do empresário.

 Leia também:

- Leia todas as notícias sobre a morte de Steve Jobs

- Lojas da Apple ficam de luto após morte do executivo

- Análise: Steve Jobs, o inventor das coisas que você não sabia que precisava

- A Apple sem Steve Jobs: e agora?

- Biógrafo diz ao iG como aprender com as inovações de Steve Jobs

- O mundo lamenta a morte de Steve Jobs