Tamanho do texto

Comprafacil.com prevê faturar R$ 50 milhões com o OfertaX, recém-comprado, e vai vender eletrônicos pelo site para queimar estoque

Televisões, notebooks e câmeras começaram a ser vendidos em sites de compras coletivas, ao lado de serviços como refeições, cortes de cabelo ou cursos de finanças pessoais. O portal de e-commerce Comprafacil.com anunciou nesta quinta-feira a aquisição do controle do site de compras coletivas OfertaX e início da venda de bens de consumo por meio deste modelo de vendas. O valor do negócio não foi divulgado.

O Comprafacil.com pretende lançar uma oferta diária de produtos com descontos de até 90% para todo o país. A empresa de varejo online tem cerca de 40 mil itens anunciados, que poderão ser oferecidos no OfertaX. “Com a nossa estrutura de entrega, podemos fazer promoções nacionais”, afirma Gustavo Bach, diretor de Marketing do Comprafacil.com.

A estratégia da empresa é utilizar o canal de vendas para queima de estoque de produtos. A oferta de produtos no site de compras coletivas pode ter a mesma função para a empresa de e-commerce que os feirões de fim de ano têm para redes varejistas como Casas Bahia e Magazine Luiza. “Mas será um produto por dia e não apenas uma vez por ano”, compara Bach.

Segundo o executivo, a operação é complementar à plataforma de e-commerce. Enquanto no varejo online a maioria das compras é planejada pelo consumidor, nos sites de compras coletivas, ela é feita por oportunidade, para aproveitar um desconto com prazo limitado.

O Comprafacil.com prevê uma receita de R$ 50 milhões em 2011 no segmento de compras coletivas. Na operação de e-commerce, a empresa espera faturar R$ 1,5 bilhão neste ano e R$ 2,6 bilhões no ano que vem.

O OfertaX continuará com as promoções de serviços locais. Hoje, o site atende 13 capitais, mas sua meta é alcançar as 30 maiores cidades do país até o ano que vem. “Hoje o ticket médio das ofertas de serviços é baixo. Com a venda de bens de consumo, esse valor vai subir. São operações complementares”, afirma Bach.

Compras coletivas

A modalidade de vendas em grande escala na internet chegou ao Brasil em março deste ano. O primeiro portal com esta proposta foi o Peixe Urbano, mas hoje há cerca de 60 sites com ofertas diárias de serviços com descontos para os internautas, desde que um número mínimo de pessoas compre o produto.

Com um baixo investimento inicial, a barreira de entrada para novos sites é pequena. A tendência é que surjam mais empreendimentos e que este mercado busque uma integração maior com empresas de e-commerce.