Tamanho do texto

A fabricante de componentes e eletroeletrônicos apresentou um lucro líquido de US$ 4 bilhões

A fabricante de componentes e eletroeletrônicos Samsung Electronics Co. apresentou um lucro líquido de 4,46 trilhões de wons (US$ 4 bilhões) entre julho e setembro, um avanço de 17% na comparação com o ganho de 3,81 trilhões (US$ 3,9 bilhões) registrado em igual período de 2009.

A receita da companhia atingiu 40,23 trilhões de wons no terceiro trimestre, um avanço de 12% na comparação com o resultado de 35,89 trilhões (US$ 32 bilhões) registrado entre julho e setembro de 2009.

Na avaliação da companhia, o aumento da lucratividade no terceiro trimestre foi direcionado pelas vendas de semicondutores. A divisão de memória apresentou o avanço mais expressivo em vendas no segundo trimestre , com receita de 7,49 trilhões de wons entre julho e setembro - alta de 60% em relação ao mesmo período do ano passado.

No mesmo período, as vendas de semicondutores cresceram 43% para 10,66 trilhões de wons. O segmento de mídia digital gerou a receita mais representativa da Samsung (14,13 trilhões de wons) no trimestre, com alta de 10% em um ano.

A empresa também destacou os resultados da unidade de comunicações móveis, impulsionada pelo avanço das vendas de smartphones como o Galaxy S. O setor de telecomunicações gerou uma receita de 11,12 trilhões de wons, registrando in crescimento de 16% em relação a igual período de 2009. As vendas de painéis LCD somaram 8,10 trilhões de wons, com avanço de 4% em um ano.

"No terceiro trimestre, a Samsung enfrentou um ambiente desafiador, incluindo diminuição da procura por PCs e TVs, juntamente com uma contínua desaceleração econômica nos mercados desenvolvidos, como Estados Unidos e Europa", disse o vice-presidente e diretor de Relações com Investidores da Samsung.

"Apesar disso, conseguimos forte crescimento das receitas e da rentabilidade, que foi construído sobre custos competitivos em semicondutores e memória e aumento das vendas de produtos de ponta como nossos mais recentes smartphones."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.