Tamanho do texto

Jim Skinner é considerado o responsável pela recuperação das ações da rede

Jim Skinner estava no cargo desde 2004
AP
Jim Skinner estava no cargo desde 2004

O presidente-executivo do McDonald's, que assumiu a maior rede de fast-food do mundo após saídas abruptas de dois presidentes da empresa, vai se aposentar em julho, depois de mais de sete anos no cargo.

No que analistas esperam ser uma transição suave, o vice-presidente de operações, Don Thompson, 48, vai suceder Skinner a partir de 1º de julho, tornando-se um dos mais importantes executivos afro-americanos nos Estados Unidos.

Skinner, 67, lidera o McDonald's desde novembro de 2004 e é considerado responsável pela recuperação da rede, cujas ações mais que triplicaram de valor na gestão dele.

A companhia não informou o motivo da saída de Skinner, mais analistas afirmam que a medida, apesar de não ser inteiramente uma surpresa, veio antes que o esperado.

"Minha suspeita é que ele acredita que a companhia está numa boa posição (...) e que, com Thompson, ela ficará em boas mãos. Ele cumpriu o que tinha definido fazer", disse o analista Larry Miller, da RBC Capital Markets.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.