Tamanho do texto

Aumento do poder de compra dos consumidores, especialmente a classe C, impulsiona vendas de chocolates e peixes

Vendas de supermercados devem crescer 10% nesta Páscoa
- iG
Vendas de supermercados devem crescer 10% nesta Páscoa
Os supermercados de São Paulo esperam vender 10% a mais nesta Páscoa, em comparação ao volume de vendas registrado no ano passado. Segundo a Apas, associação que representa o setor, o aumento do poder de compra dos consumidores, especialmente da classe C, é um dos fatores que deve seguir motivando o aumento das vendas.

TV iG : Aprenda a fazer ovos de Páscoa

O destaque fica com chocolates – o Brasil é o quarto maior produtor do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, Alemanha e Inglaterra. A proximidade da Páscoa, que neste ano ocorre em 8 de abril, já está se refletindo nos preços de chocolates, segundo levantamento da Apas. Depois de acumular queda de 4,2% nos últimos 12 meses, o preço do chocolate já registra alta de 0,6% em janeiro. A expectativa é de que os preços fiquem, em média, 9% mais caros que em 2011. 

“A chegada da Páscoa pressiona os preços, e assim, a elevação é esperada para os próximos meses”, diz em nota Martinho Paiva Moreira, diretor de economia da Apas. Segundo ele, o aumento deve ser motivado pelo reajuste de preços dos insumos para a produção de ovos de Páscoa, como o açúcar, energia elétrica e mão de obra.

O consumo de chocolate no Brasil tem crescido entre 10% a 15% nos últimos anos, informa a Apas. Atualmente, o brasileiro consome em média 2,2 quilos de chocolate por ano, ainda abaixo do nível de consumo em países europeus, que chega a seis quilos.

Na Cacau Show, rede de chocolates finos, a expectativa é vender R$ 400 milhões nesta Páscoa, 28,7% mais que o registrado no mesmo período do ano passado. A empresa está preparando para este ano 4,2 mil toneladas de chocolates, em formato de ovos, coelhinhos, bombons e barras.

Leia também: Vendas no varejo crescem 6,7% em 2011

Além dos chocolates, a Apas afirma que os pescados em geral também impulsionam as vendas dos supermercados paulistas nesta Páscoa, com destaque para bacalhau, sardinha e pescada branca. Vinhos e azeites também registram aumento das vendas nesta época do ano.

O mês da Páscoa é o segundo melhor para os supermercados, atrás somente de dezembro, quando se registra o maior volume de vendas do setor. Segundo a Apas, a Páscoa responde, em média, entre 7% e 9% do faturamento anual dos supermercados.

Segundo a Apas, o aumento das vendas na época da Páscoa também deve contribuir para ampliar os postos de trabalho. Entre janeiro e abril, a alta no número de funcionários pode chegar a 1% do total no setor supermercadista no estado de São Paulo.

Saiba mais: A história da Páscoa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.