Tamanho do texto

SÃO PAULO - Resultados operacionais e financeiros mais positivos levaram o lucro das Lojas Renner para R$ 56,998 milhões no terceiro trimestre, o que equivale a um salto de 86,3% sobre os ganhos apurados um ano antes, de R$ 30,595 milhões

SÃO PAULO - Resultados operacionais e financeiros mais positivos levaram o lucro das Lojas Renner para R$ 56,998 milhões no terceiro trimestre, o que equivale a um salto de 86,3% sobre os ganhos apurados um ano antes, de R$ 30,595 milhões. Entre julho e setembro - período marcado pela troca de coleções -, a varejista somou uma receita líquida de R$ 643,873 milhões, com alta de 16,6% na comparação anual. No critério mesmas lojas - que considera apenas as unidades com, no mínimo, um ano de operação - as vendas de mercadorias tiveram crescimento de 10,5% no trimestre. Já o resultado operacional medido pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) avançou 42%, para R$ 105 milhões, com margem em relação à receita líquida de 18,5% - acima da margem de 15,2% do mesmo trimestre de 2009. O balanço ainda foi favorecido por ganhos de R$ 4,832 milhões no resultado financeiro, invertendo as perdas de R$ 4,184 milhões registradas nesta linha no ano passado. A companhia fechou setembro com disponibilidades de caixa da ordem de R$ 399,2 milhões, montante que superou a dívida bruta de R$ 147,6 milhões. Entre julho e setembro, a Renner investiu R$ 27,1 milhões, levando o total de desembolsos no ano para R$ 63,5 milhões - acima dos R$ 42,1 milhões dos nove primeiros meses de 2009. Só em novas lojas, foram investidos R$ 40 milhões até setembro. No total, a Renner inaugurou seis lojas nos Estados de Alagoas, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro e Tocantins, ampliando sua rede para 126 unidades. (Eduardo Laguna | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.