Tamanho do texto

Bruxelas, 8 jul (EFE).- A Justiça europeia declarou hoje ilegais os direitos especiais que Portugal mantém sobre a companhia Portugal Telecom (PT), conhecidos como "açõess de ouro", e que foram utilizados na semana passada para vetar a venda de 30% da brasileira Vivo à espanhola Telefónica.

Bruxelas, 8 jul (EFE).- A Justiça europeia declarou hoje ilegais os direitos especiais que Portugal mantém sobre a companhia Portugal Telecom (PT), conhecidos como "açõess de ouro", e que foram utilizados na semana passada para vetar a venda de 30% da brasileira Vivo à espanhola Telefónica. A decisão do Tribunal de Justiça da UE abre o caminho para a aquisição da companhia brasileira pela Telefónica. EFE mgs/fm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.