Tamanho do texto

Segundo pesquisa, público homem já representa 32% dos consumidores; em 2004, presença era de 23%

Homens estão indo mais aos supermercados
Getty Images
Homens estão indo mais aos supermercados
A presença do público masculino nos super e hipermercados está crescendo ano a ano. Segundo a pesquisa "O comportamento do consumidor em super e hipermercados", encomendada pelo Popai Brasil, associação internacional dedicada ao desenvolvimento do marketing no ponto de venda, ao Ibope Inteligência, os homens representam 32% dos consumidores presentes nos canais de venda. Em 2004, eles eram 23% e em 2008 apenas 16%.

O estudo também revelou que 76% das compras são decididas no ponto de venda, ou seja, não é feito nenhum planejamento prévio, como a elaboração de uma lista de compras, por exemplo. Em 2004, o índice de decisão no ponto de venda era de 81% e em 1998 de 85%.

Alguns produtos, como arroz, sabão em pó, carne e refrigerante são normalmente planejados antes da compra pelos consumidores. Com relação aos itens não planejados, mercadorias como salgadinhos, torradas, cereais e enlatados lideram a lista.

Ainda de acordo com a pesquisa, os consumidores brasileiros costumam comprar 125% a mais do que o esperado quando vão aos super e hipermercados. Mas, segundo Chan Wook Min, presidente do Popai Brasil, o gasto total da compra não ultrapassa o valor estabelecido pelo consumidor.

Pagamento em dinheiro

O dinheiro é a forma mais comum de pagamento das compras nos pontos de vendas. Segundo dados do estudo, cerca de 60% das compras foram pagas em dinheiro,  18% em cartão de crédito e 15% em cartão de débito. As classes C e D são as que mais realizam o pagamento em dinheiro e representam 73%, enquanto as classes A e B são as que mais fazem os pagamentos em cartão de crédito.

A pesquisa reuniu 62 lojas das principais capitais brasileiras, como São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Recife, Salvador e Belo Horizonte, e ainda em cidades do interior de São Paulo, como Campinas e Ribeirão Preto. Foram realizadas 1,86 mil entrevistas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.