Tamanho do texto

Segundo o jornal Financiero, há também outros interessados nos ativos do Carrefour no País

A chilena Cencosud, uma das maiores varejistas da América Latina, estaria negociando a compra de alguns ativos da francesa Carrefour no Brasil, informou nesta quinta-feira o jornal local Financiero.

De acordo com fontes próximas à companhia chilena, o controlador da Cencosud, Horst Paulmann, "estaria em conversas com altos executivos do Carrefour a fim de comprar alguns dos ativos da rede francesa", disse o jornal. Ao ser consultada nesta quinta-feira, a Cencosud não comentou a informação.

O eventual interesse da rede chilena por ativos do Carrefour no Brasil seria parte dos agressivos planos de expansão pretendidos pela Cencosud desde sua entrada neste mercado, em 2007. A Cencosud tem unidades de operação na Argentina, Brasil, Colômbia, Chile e Peru.

Haveria outros interessados nos ativos da companhia francesa no Brasil, informou o diário.

No final de maio, fontes disseram à Reuters que o presidente do Conselho de Administração do Grupo Pão de Açúcar, Abilio Diniz, abordou o Carrefour para discutir uma possível fusão no Brasil, em parte para evitar que outros rivais apresentassem oferta pela unidade brasileira da varejista francesa.

As conversas entre Diniz e representantes do Carrefour ainda estariam em estágio preliminar e longe de qualquer tipo de acordo, conforme uma das fontes.

O grupo francês Casino, com o qual Diniz divide o controle do Pão de Açúcar, alertou o empresário brasileiro que uma abordagem ao Carrefour desrespeitaria o acordo existente entre ambos. O Casino entrou com pedido de arbitragem internacional contra a família Diniz.

Leia mais:

- Varejo brasileiro já atrai mais que o chinês
- Falta de terrenos atrasa expansão de supermercados

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.