Tamanho do texto

Papéis da varejista, que haviam subido quase 8% na semana passada, fecharam em baixa. Casino diz não ter plano de converter ações

Jean-Charles Naouri, controlador do Casino
AE
Jean-Charles Naouri, controlador do Casino
As ações do Grupo Pão de Açúcar (PCAR4) fecharam nesta segunda-feira em baixa de 2,65% na Bovespa, a R$ 84,21, revertendo a tendência de alta verificada no final da semana passada, quando os papeís subiram quase 8%.

Leia também: Bovespa cai 0,48% afetada por dados negativos da China

Procurada pelo iG , a assessoria de imprensa do Casino, sócio do Grupo Pão de Açúcar no Brasil,  negou hoje as informações publicadas no domingo pelo jornal “Folha de S. Paulo” . De acordo com porta-vozes, o Casino não tem planos imediatos ou concretos de converter as ações preferenciais do Grupo Pão de Açúcar em ordinárias e de consolidar seus negócios na América Latina em uma única operação.

Leia também: Casino prepara saída de Abilio Diniz do Pão de Açúcar

Em junho deste ano, Jean-Charles Naouri, dono do Casino, terá o direito de comprar uma ação a mais de Abilio Diniz, passando a deter o controle do grupo Pão de Açúcar. Desde que os dois sócios entraram em litígio, no ano passado, o futuro do Pão de Açúcar virou alvo de rumores, gerando incertezas para os investidores.

Naouri já investiu desde 2011 mais de US$ 1 bilhão na aquisição de ações preferenciais do Grupo Pão de Açúcar , elevando assim sua participação no capital total da varejista brasileira, o que tem alimentado especulações sobre o que se passa na cabeça do empresário francês. A conversão dessas ações preferenciais em ordinárias (com direito a voto) seria um caminho plausível. O acordo de acionistas vigente no Pão de Açúcar poderá ser extinto caso a participação de Diniz seja menor do que 10% do capital votante.

Depois de apresentar resultados financeiros considerados bastante positivos pelos analistas no quarto trimestre de 2011, as ações do Pão de Açúcar vinham se recuperando ao longo das últimas quatro semanas. Nos últimos dias em especial, os papéis apresentaram uma forte elevação, de quase 8%, saltando de R$ 80,15 para R$ 86,50 entre os dias 06 e 09 de março.

Leia também:

Margem recorde do Pão de Açúcar anima investidores e ações sobem

Com R$ 5 bilhões em caixa, Pão de Açúcar avalia aquisições

Apesar da queda nesta segunda-feira, os papéis do Pão de Açúcar estão ainda em patamares bem mais altos que no início do ano. No dia 16 de fevereiro, as ações da companhia eram negociadas por R$ 74,84, acumulando desde então uma valorização de 12,5%.

Naouri e Abilio, como é chamado no setor, travam uma disputa na Justiça em torno do controle do Grupo Pão de Açúcar. Diniz arquitetou sem sucesso uma fusão do Pão de Açúcar com o Carrefour, arquirrival do Casino, o que foi considerado por Naouri uma traição.

Leia também: Era Abilio Diniz no Pão de Açúcar pode terminar em 2012

Por contrato, Abilio pode se manter como presidente do conselho de administração do Grupo Pão de Açúcar mesmo após transferir o controle para o Casino, o que deve ocorrer no dia 22 de junho. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.