Tamanho do texto

Varejista teve desempenho abaixo da média do setor no país, que representa 40% das vendas do grupo

O Carrefour , segunda maior varejista do mundo, deslocou o diretor de suas operações na Europa para a unidade da companhia na França, em sua mais recente estratégia para conquistar a confiança de investidores em seu plano de recuperação.

O Carrefour, que deve enfrentar investidores em um encontro anual na terça-feira, afirmou em comunicado que o veterano na companhia Noel Prioux --posto no comando das operações na Europa apenas um mês antes-- agora vai dirigir a unidade da companhia na França.

O Carrefour também nomeou Thomas Huebner, suíço que trabalhou no McDonald's e também dirigiu uma série de start-ups do setor de logística, como novo chefe das operações na Europa.

A varejista teve desempenho abaixo da média do setor na França, seu mercado doméstico e segunda maior economia da Europa, e previu que os resultados do primeiro semestre no país ficarão abaixo das expectativas de sua própria diretoria.

O presidente-executivo Lars Olofsson assumiu o comando do mercado doméstico após demitir James McCann, diretor das operações na França anteriormente. O mercado francês representa 40% das vendas do grupo e está sob pressão conforme as concorrentes mantém preços baixos para ganhar participação.

"Isso revela um pouco de desespero", afirmou um analista de Londres. "Por que o nomeiam para a Europa e, de repente, para a França?"

Olofsson continuará a cuidar dos negócios na França enquanto Prioux implementa um plano de recuperação para mudar o rumo das operações, afirmou o Carrefour.

"A situação na França está difícil e fica cada vez mais", disse um analista de Paris.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.