Tamanho do texto

Emirates acaba de lançar voo do Rio de Janeiro e, segundo seu vice-presidente afirmou em entrevista ao iG, pode ampliar o número de assentos oferecidos no Brasil

Faz menos de uma semana que a Emirates inaugurou seu segundo voo para o Brasil, uma rota direta entre Rio de Janeiro e Dubai, e a aérea já admite a possibilidade de ampliar o número de assentos oferecidos no País. Atualmente a companhia tem um voo diário saindo de São Paulo, com capacidade para 354 passageiros e outro com a mesma capacidade saindo diariamente do Rio – este último foi lançado no dia 3 de janeiro e passa, ainda, por Buenos Aires. Os voos são feitos em aeronaves Boeing 777-300 ER.

Thierry Antinori, vice-presidente executivo global de vendas da Emirates
George Magaraia
Thierry Antinori, vice-presidente executivo global de vendas da Emirates
De todos os passageiros que voam diariamente do Brasil para Dubai, apenas 30% permanecem por lá, de acordo com a companhia. O restante faz conexão para países como China, Japão e Índia.

A companhia está otimista com o mercado brasileiro, de acordo com Thierry Antinori, vice-presidente executivo global de vendas da Emirates, e pode aumentar a oferta de assentos no Brasil se houver demanda. “Como o mercado está respondendo bem e temos muitos pedidos de aviões, podemos ampliar o número de assentos rapidamente”, afirma.

Uma das alternativas para ampliar a capacidade é trocar a aeronave usada atualmente por um Airbus A 380, que tem capacidade para 486 passageiros – a estratégia de troca de aeronaves já foi adotada no ano passado, quando a Emirates substituiu o Boeing 777-200 que fazia a rota São Paulo-Dubai, que tinha capacidade para 290 passageiros.

Outras opções para poder transportar mais pessoas são ampliar o número de voos ou passar a voar de outras cidades brasileiras, de acordo com Antinori. Mas isso, segundo ele, só vai ser definido a partir do ano que vem. “2012 é o ano do Rio, no ano que vem buscaremos outras alternativas”, disse.

Nestes primeiros dias de voos na rota Buenos Aires-Rio-Dubai, a ocupação média tem sido de 80%, dentro da expectativa da companhia, com um equilíbrio entre os passageiros: a proporção entre brasileiros e argentinos tem sido meio a meio, de acordo com Antinori.