Tamanho do texto

Empresa reverte prejuízo e registra ganhos de US$ 837 milhões no terceiro trimestre

A Boeing, maior companhia aeroespacial e de defesa do mundo, divulgou nesta quarta-feira lucro trimestral acima do previsto e elevou suas projeções de ganho em 2010 pela recuperação no mercado de aviões comerciais.

Carteira de pedidos sobe para US$ 321 bilhões
Reuters
Carteira de pedidos sobe para US$ 321 bilhões
A empresa, que compete com a europeia Airbus, teve lucro líquido no terceiro trimestre de 837 milhões de dólares, ou 1,12 dólar por ação, revertendo o prejuízo de 1,56 bilhão de dólares, ou 2,23 dólares por ação, um ano antes.

O resultado superou a estimativa média de analistas de Wall Street de lucro de 1,06 dólar por ação, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

A Boeing elevou sua meta de lucro por ação em 2010 para entre 3,8 e 4 dólares por ação, em consequência da melhora no mercado de aviões comerciais. Previamente, a companhia havia estimado lucro anual de 3,5 a 3,8 dólares por ação.

Além disso, a Boeing aumentou sua estimativa de receita para entre 64,5 bilhões e 65,5 bilhões de dólares.

A carteira de pedidos da empresa subiu para 321 bilhões de dólares no encerramento do terceiro trimestre.

A receita trimestral com a divisão de jatos comerciais cresceu 11 por cento, para 8,7 bilhões de dólares, pelo aumento das entregas de novas aeronaves e do faturamento com a prestação de serviços.

A Boeing Commercial Airplanes recebeu pedidos para 257 aviões durante o trimestre, enquanto houve cancelamento de 36 unidades encomendadas. O total de pedidos em carteira estava em 3.401 aeronaves no fim do trimestre, avaliados em 255 bilhões de dólares.

A receita com a área de defesa recuou 6 por cento no trimestre, para 8,2 bilhões de dólares.

A Boeing reiterou seus planos de fazer a primeira entrega do atrasado avião comercial 787 Dreamliner no primeiro trimestre de 2011.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.