Tamanho do texto

Companhia lança versão 2011 que monitora redes sociais, como facebook e MySpace, e planeja aumentar sua atuação em 50% no País

A AVG (Anti-Virus Guard) Technologies, empresa de desenvolvimento de programas antivírus, quer dobrar o número de internautas que utilizam seu software no Brasil. Desde 2003 atuando no País, a companhia vinha crescendo a taxas de 20% ao ano e, com o lançamento da versão Internet Security 2011, planeja aumentar sua atuação em 50% no próximo ano.

O salto previsto pela companhia deve-se principalmente pela novidade que a versão 2011, lançada mundialmente em setembro, traz: o LinkScanner, recurso que verifica páginas da web em tempo real, incluindo redes sociais, como Facebook e MySpace.

Segundo pesquisa da comScore, consultoria de mercado digital, o Brasil tem mais de 35 milhões de internautas que utilizam redes sociais. Só o Facebook aumentou mais de 470% o número usuários no período de um ano e tem aproximadamente nove milhões de pessoas em sua rede.

Tony Anscombe, diretor de produtos da AVG, afirma que o Brasil é muito importante para companhia e representa, atualmente, 7% dos usuários que utilizam os aplicativos da AVG no mundo. “Oito milhões de brasileiros já usam nossas soluções para se protegerem, mas queremos crescer e acreditamos nessa evolução, pois as pessoas precisam se sentir seguras para que o mercado da internet evolua também”, afirmou.

Os acessos gratuitos aos programas antivírus é um dos grandes atrativos, mas a companhia também aposta no segmento pago, único meio que gera receita à empresa. “Acreditamos nos produtos gratuitos e sabemos o quanto são importantes, mas também queremos ganhar dinheiro com o nosso negócio”, disse Anscombe.

A companhia não revela quantos usuários em todo o mundo pagam para usar os produtos da AVG. Mas segundo Mariano Sumrell, diretor de marketing da AVG Brasil, algumas pesquisas realizadas pela empresa com usuários que usam o produto pago mostram que cerca de 60% deles utilizaram a versão gratuita antes de migrar para a paga. "O serviço gratuito serve para as pessoas conhecerem os nossos produtos, mas como as versões pagas são mais completas, os internautas se sentem mais seguros em usá-las", diz.

A

tualmente, os programas gratuitos representam mais de 40% do mercado global de antivírus. A empresa Avast Software é líder desse segmento, com quase 20% de participação. A AVG detém 9% do mercado global de aplicativos de segurança e aparece como quinta no ranking, atrás da Avira, Symantec e Microsoft.

A AVG foi criada no começo da década de 90, na República Tcheca e o primeiro produto lançado foi criado para atender apenas o mercado local. A partir de 1997, a companhia passou a vender licenças para outros países. No Brasil, a Winco, empresa de tecnologia voltada para a segurança de informação, é a única com licenciamento para distribuir os produtos na AVG.

    Leia tudo sobre: facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.