Tamanho do texto

Com os dados do mês passado, Brasil passou a ter 134,26 linhas para cada 100 habitantes

Reuters

A base de linhas ativas de telefonia móvel teve adição de 215,3 mil habilitações em junho ante maio, chegando a um total de 265,7 milhões de assinantes no Brasil, informou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) nesta terça-feira (16).

-Veja também: empresas de banda larga fixa cumprem metas, segundo medição da Anatel

Segundo a Anatel, no fim do mês passado, havia 211 milhões de acessos pré-pagos (79,43% do total) e 54,6 milhões pós-pagos (20,57%). A banda larga móvel totalizou 77,4 milhões de acessos, sendo 174,1 mil terminais 4G.

 A banda larga móvel totalizou 77,4 milhões de acessos, sendo 174,1 mil terminais 4G
AE/ITACI BATISTA
A banda larga móvel totalizou 77,4 milhões de acessos, sendo 174,1 mil terminais 4G

Com os dados de junho, o Brasil passou a ter 134,26 linhas para cada 100 habitantes, ante 134,24 em maio.

A TIM foi a operadora que mais ganhou mercado em junho, com sua participação subindo para 27,17%, ante 27,12% em maio. Já a Vivo, líder do mercado, teve uma ligeira alta, para 28,67%, ante 28,66% na mesma base de comparação.

A Oi reduziu sua fatia para 18,71% (18,74% em maio), assim como a Claro, da América Móvil, que caiu para 25,01% ante 25,05% no mês anterior.

Em maio, havia no país um total de 265,52 milhões de linhas ativas. 

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.