Tamanho do texto

Cursos foram mão de obra do setor, que ganha fôlego com novas tecnologias

Com o crescimento do mercado de games, cursos relacionados ao desenvolvimento de jogos começam a se espalhar pelo país. A Universidade Estácio de Sá, por exemplo, já oferece o curso superior em tecnologia de Jogos Digitais, no Rio de Janeiro, em Fortaleza (CE) e em São José (SC).

Cursos dão histórico do mercado desde consoles clássicos até dispositivos móveis
Reprodução
Cursos dão histórico do mercado desde consoles clássicos até dispositivos móveis

“O aluno sai preparado para definir estratégias de desenvolvimento e também criar jogos. Ele aprende a criar personagens, cenários e roteiros separadamente, para, depois, juntar tudo isso com auxílio de computadores, criando todo o ambiente de integração do game”, explica Luiz Di Marcelo, coordenador do curso.

Leia também: Indústria de jogos deslancha no Brasil

“ O curso apresenta as diferentes plataformas, desde consoles clássicos, passando por computadores até dispositivos móveis”, completa o coordenador. Segundo ele, atualmente, há entre 120 e 150 alunos matriculados.

Em geral, os estudantes já saem do curso contratados para trabalhar em produtoras de games, em empresas que desenvolvem aplicativos ou sites e agências de publicidade.

“Este é um mercado em franco crescimento, que está contratando profissionais a um salário médio de R$ 3 mil. E nada impede que o aluno também se torne um empreendedor e gere outras receitas. Nós estimulamos isso”, conta Di Marcelo.

Segundo ele, ao contrário do que pensa a maioria, os jogos não servem apenas para entretenimento. “Há diversas possibilidades de negócios, como jogos educativos e advergames, que são jogos publicitários”, diz Di Marcelo.

O NAVE (Núcleo Avançado em Educação), parceria do Instituto Oi Futuro com as Secretarias Estaduais de Educação do Rio de Janeiro e de Pernambuco, tem como objetivo formar jovens para atuar com as novas tecnologias, utilizando programação de games, elaboração de roteiros e o webdesign.

Com metodologia moderna, o NAVE tem hoje aproximadamente 880 alunos. Os jovens são preparados para exercer profissões como roteiristas, programadores, designers e gestores para atuar com TV digital, internet, celular e jogos eletrônicos.

No Rio, os alunos podem escolher entre os cursos de Roteiro para Mídias Digitais, Multimídia e Programação de Jogos Digitais. No Recife, as opções são Design de Jogos Digitais e Programação de Jogos Digitais.

Leia mais notícias de economia, política e negócios no jornal Brasil Econômico

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.