Tamanho do texto

De acordo com levantamento da Provar/FIA, 50,4% dos paulistanos têm intenção de adquirir um bem durável neste trimestre, 8,8 pontos percentuais do que no trimestre passado

Agência Estado

50,4% dos paulistanos pretendem adquirir um bem durável entre os meses de julho e setembro
AE
50,4% dos paulistanos pretendem adquirir um bem durável entre os meses de julho e setembro

O consumidor paulistano segue cauteloso e o terceiro trimestre pode apresentar fraco desempenho para as compras no varejo de acordo com levantamento do Programa de Administração do Varejo da Fundação Instituto de Administração (Provar/FIA) em parceria com a Felisoni Consultores Associados. A pesquisa mostrou que 50,4% dos paulistanos pretendem adquirir um bem durável entre os meses de julho e setembro deste ano. O índice ficou 8,8 pontos porcentuais (p.p.) menor do que o de 59,2% do segundo trimestre de 2013 e 3,4 p.p. abaixo do 53,8% do terceiro trimestre do ano passado.

De acordo com o presidente do conselho do Provar/FIA, Claudio Felisoni de Angelo, o índice de 50,4% é o menor nível de intenção de compra desde 2002, início da série histórica. "A massa real de salários, o volume de crédito no mercado, a taxa de juros, o prazo médio dos pagamentos, o comprometimento da renda e a inadimplência têm afetado muito o ânimo de compra e a tendência é a de forte desaceleração do consumo até o final de 2013", explicou.

Veja também: Comércio varejista do País teve retração de 1,6% em junho, aponta Serasa

A intenção de compra do paulistano na internet, que também era divulgado trimestralmente pelo Provar, não foi informada nesse trimestre por alterações na metodologia de pesquisa, com inclusão de algumas categorias. "Como não há base de comparação, preferimos não informar o índice total", disse Felisoni.

A amostra, feita com 500 consumidores da cidade de São Paulo, analisa a intenção de compras e gastos em relação a diversas categorias, além da utilização do crédito nas compras de bens duráveis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.