Tamanho do texto

Nos últimos 12 meses, entre junho de 2012 e maio deste ano, o indicador subiu 4,6% ante 12 meses encerrados em maio do ano passado

Agência Estado

Nos últimos 12 meses, entre junho de 2012 e maio deste ano, o movimento do varejo subiu 4,6%
Getty Images
Nos últimos 12 meses, entre junho de 2012 e maio deste ano, o movimento do varejo subiu 4,6%

O movimento do comércio varejista recuou 0,6% em maio ante abril, retirados os efeitos sazonais, segundo dados divulgados nesta quinta-feira, 20, pela Boa Vista Serviços, do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). No entanto, em relação ao mesmo período de 2012 houve um aumento de 0,9%.

Nos últimos 12 meses, entre junho de 2012 e maio deste ano, o indicador subiu 4,6% ante 12 meses encerrados em maio de 2012. Já a variação acumulada do comércio nos cinco primeiros meses do ano é de 1,9%, se comparada ao mesmo período de 2012.

Segundo avaliação da Boa Vista, o setor varejista apresenta uma tendência de desaceleração desde janeiro, influenciado pela pressão inflacionária ao consumidor neste período. A Boa Vista espera, no entanto, que a atividade do varejo cresça a taxas significativas em 2013, mesmo que não na intensidade de anos anteriores. "Corroboram essas expectativas a manutenção de baixas taxas de desocupação na economia, os contínuos ganhos salariais acima da inflação e as medidas que tendem a favorecer o setor de móveis e eletrodomésticos", informa.

Veja também: Brasil é o quinto país mais atrativo para varejo de roupas

O setor de móveis e eletrodomésticos registrou queda de 2,5% entre abril e maio, com ajustes sazonais, quinto resultado negativo seguido e maior contração dentre todos os setores. A variação acumulada no ano contra o mesmo período em 2012 foi negativa em 2,2%. Já o setor de combustíveis e lubrificantes manteve o maior avanço no ano, com 4,3% de alta, mas recuou 1,6% em maio ante abril.

A categoria tecidos, vestuários e calçados apresentou queda de 0,6% ante abril e a de supermercados, alimentos e bebidas apresentou elevação de 0,7%, única com variação positiva no período. O indicador de supermercados aponta expansão de 6,3% na atividade nos últimos 12 meses, ante igual período imediatamente antecedente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.