Tamanho do texto

Com atualização da lista, total de empresas não aconselháveis chega a 275 desde 2011

A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP) divulgou nesta segunda-feira (22) uma lista com 71 novos sites não recomendados para compras virtuais.

A lista está disponível na página do Procon, no link “Evite esses sites” . Na página, há o endereço eletrônico em ordem alfabética, razão social da empresa e número do CNPJ ou CPF. Também é detalhado se o site está “fora do ar” ou “no ar”.

Com o incremento dos novos portais, a listagem de empresas não aconselháveis para compras chega a 275 desde 2011.

De acordo com o Procon-SP, os portais foram levantados a partir de reclamações dos consumidores
Thinkstock Photos
De acordo com o Procon-SP, os portais foram levantados a partir de reclamações dos consumidores


De acordo com nota do Procon-SP, os portais foram levantados a partir de reclamações dos consumidores sobre irregularidades durante e após a compra, como não entrega de produtos e ausência de respostas para solução de problemas.

De acordo com o diretor-executivo da fundação, Paulo Arthur Góes, é preocupante a proliferação desses endereços eletrônicos “mal-intencionados”.

“Denunciamos os casos ao Departamento de Polícia de Proteção Cidadania (DPPC) e ao Comitê Gestor da Internet (CGI), que controla o registro de domínios no Brasil, mas o mais importante é que o consumidor consulte essa lista antes de fechar uma compra pela internet”, aconselha o executivo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.