Tamanho do texto

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) projeta vendas de quase 370 mil veículos este mês

Agência Estado

Na primeira semana do mês, as vendas de veículos cresceram 13% em relação ao mesmo período de novembro, somando 84 mil unidades. A possibilidade do fim da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), em vigor desde o fim de maio, está levando mais pessoas às lojas, informam concessionários. Já em relação a dezembro de 2011 o resultado da primeira semana é de queda de 16,7%.

Há grande expectativa entre as montadoras de que o governo manterá o IPI menor ao menos até março, com receio de uma queda expressiva na atividade econômica no primeiro trimestre de 2013. Mas, se isso ocorrer, o anúncio da prorrogação será feito somente depois do dia 20.

Até lá, fabricantes e concessionários vão fazer campanhas com o mote de "último mês de redução do IPI" para atrair clientela. A General Motors realizou feirão na fábrica de São Caetano do Sul (SP) no último fim de semana usando o chamativo e vai repetir a dose no próximo sábado (14) e no domingo (15).

"Nesta segunda-feira (09) já notamos maior número de clientes na loja, sinalizando uma movimentação maior em razão do fim do IPI", diz Marcos Leite, gerente da revenda Volkswagen Amazon, na capital paulista. A loja está reforçando estoques para evitar falta de produtos e até garantir alguma sobra de modelos com IPI mais baixo para início do próximo ano.

Segundo Leite, apenas modelos importados como Jetta, Tiguan, Passat e Fusca estão em falta. "Não aceito nem encomenda, pois não há garantia de entrega até o fim do mês."

Alguns carros que já tinham lista de espera em outubro, quando ocorreu a última prorrogação do benefício do IPI, seguem com dificuldade de entrega.

O compacto March, da Nissan, voltou a ser importado do México mas dificilmente o consumidor vai encontrá-lo para pronta entrega. Em algumas lojas de São Paulo também há fila para algumas versões do Fiat Grand Siena e do Ford EcoSport, segundo relatam concessionários. Na GM, a espera pode passar de 30 dias para Cobalt, Spin, Cruze e o recém-lançado Onix, mas há Agile, Celta e Classic - alvos principais do feirão - para pronta entrega.

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) projeta vendas de quase 370 mil veículos este mês. Se confirmado, será o terceiro melhor em vendas da história, atrás dos resultados de dezembro de 2010 (381,5 mil unidades) e agosto deste ano (420 mil).

Atingindo esse volume, a indústria fechará 2012 com vendas de 3,8 milhões de veículos, quase 5% acima do resultado de 2011. Para 2013, a estimativa da Anfavea é de chegar próximo das 4 milhões de unidades, incluindo caminhões, cujas vendas começaram a reagir em outubro. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.