Tamanho do texto

Cidade já é o quarto destino mais visitado nos Estados Unidos pelos brasileiros, que gastam em média R$ 6 mil por viagem

Quarto destino mais procurado pelos brasileiros que viajam para os Estados Unidos – atrás apenas de Nova York, Orlando e Miami – Las Vegas deve investir entre US$ 350 mil (R$ 707 mil) e US$ 500 mil (R$ 1,01 milhão) por ano no desenvolvimento do mercado brasileiro. Em 2011, a cidade recebeu 133 mil turistas provenientes do Brasil, pouco menos de 9% do total de visitantes estrangeiros, que chegou a 1,5 milhão de pessoas.

Em Las Vegas, turistas brasileiros gastam, em média, US$ 3 mil por viagem
Divulgação
Em Las Vegas, turistas brasileiros gastam, em média, US$ 3 mil por viagem















Em entrevista ao iG, o diretor do Conselho de Administração da Las Vegas Convention & Visitors Authority (LVCVA), Lawrence Weekly, que veio ao País pela primeira vez para participar da feira de turismo ABAV, revelou que aumentar da participação do mercado brasileiro entre os países que mais enviam turistas para Las Vegas é uma das prioridades da cidade. Hoje, o Brasil ocupa a sexta posição nesse ranking, sem contar Canadá e México.

Leia também:

O essencial de Las Vegas

Las Vegas é escolha de noivos que fogem das grandes festas

Assim como outras cidades americanas, Las Vegas quer atrair e fidelizar os brasileiros, conhecidos pela disposição para gastar em compras durante viagens internacionais. Enquanto um turista americano gasta, em média, US$ 650 por dia em Las Vegas, os turistas estrangeiros deixam US$ 1012 por dia de viagem. Este valor salta para US$ 3033 no caso dos brasileiros.

Las Vegas deve investir, por ano, entre US$ 350 mil e US$ 500 mil para atrair turistas brasileiros
Divulgação
Las Vegas deve investir, por ano, entre US$ 350 mil e US$ 500 mil para atrair turistas brasileiros

“Os viajantes que vêm do Brasil gastam três vezes mais que os outros turistas estrangeiros e a maior parte dos gastos é destinada a compras”, diz Weekly.

Para atrair mais brasileiros, a cidade já adotou fórmulas conhecidas, como investir na elaboração de informativos e guias turísticos direcionados a estes viajantes e na contratação de profissionais que falem português.

Mas, os principais investimentos serão feitos no treinamento de agências e operadores de turismo no Brasil e também no desenvolvimento de novas parcerias com as companhias aéreas, releva o diretor internacional de vendas de Las Vegas, Rafael Villanueva.

Segundo ele, a cidade aposta no lançamento, pela Copa Airlines, de um vôo para Las Vegas, via Panamá. “Desde junho, os brasileiros contam com um vôo muito mais simples para ir a Las Vegas, que os leva diretamente da cidade do Panamá até o destino final. Além de ser uma viagem mais curta que as outras, a fila da imigração é muito menor em Las Vegas que em outras cidades como Atlanta e Miami”, afirma Villanueva.