Tamanho do texto

Empresa é dona do cargueiro que teve problemas ao pousar e bloqueou a pista por três dias

Reuters

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) multou em R$ 2,8 milhões a norte-americana Centurion Cargo pelos transtornos causados pela interdição da pista do Aeroporto de Viracopos (SP) entre sábado e segunda-feira, informou a agência reguladora nesta sexta-feira.

Pneu do avião cargueiro estourou durante o pouso
Denny Cesare/Futura Press
Pneu do avião cargueiro estourou durante o pouso

Além disso, a Advocacia Geral da União (AGU) prepara ação indenizatória contra a companhia, disse a Secretaria da Aviação Civil (SAC). A estimativa é que os prejuízos materiais decorrentes da interdição do aeroporto sejam de cerca de R$ 3 milhões.

Leia mais:  Azul vai buscar reparação judicial para prejuízo em Viracopos

"Ainda estão em avaliação os valores referentes aos danos morais sofridos com o episódio. A Infraero vai apurar a atuação das outras empresas contratadas pela Centurion para a operação de retirada da aeronave", disse a SAC em comunicado à imprensa.

O aeroporto ficou quase 48 horas fechado depois que o avião MD11 da Centurion Cargo teve um problema no trem de pouso esquerdo durante a aterrissagem e acabou parado na pista do aeroporto, impedindo pousos e decolagens.

Segundo a Anac, o auto de infração é um dos resultados do procedimento administrativo, que tem como objetivo apurar o cumprimento do plano de emergência pela empresa aérea e pelo operador aeroportuário, e que continua em curso.

(Por Juliana Schincariol)



    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.