Tamanho do texto

Companhia aérea colombiana dos irmãos Efromovich, que também são donos da Avianca Brasil, é uma das últimas alternativas dos portugueses no continentes sul-americano

O governo português viu mais uma tentativa de se desfazer da Transportes Aéreos Portugueses (TAP), a companhia aérea estatal do país, terminar sem sucesso. A colombiana Avianca-Taca, dos irmãos German e José Efromovich, donos também da Avianca Brasil, anunciou em comunicado oficial nesta quinta-feira que não está interessada e não está participando diretamente, nem através de nenhuma de suas subsidiárias, de processo de privatização da TAP.

Leia também:  Grupo Synergy é único candidato à privatização da TAP

Segundo a Reuters, com base em declaração do secretário de transportes português, Sergio Monteiro, o grupo Synergy, dos irmãos Efromovich, foi o único "escolhido" para continuar na disputa pela companhia aérea lusa, de uma lista inicial de 13 convidados, dos quais dez tiveram interesse em estudar a privatização.

O governo português já anunciou seguidas vezes que gostaria de ver a TAP ser vendida para alguma companhia do Brasil, que mantivesse Lisboa ou outra cidade portuguesa como hub de entrada no continente europeu. As opções, porém, vinham escasseando. Com a fusão com a chilena LAN, a TAM passou a ser carta fora do baralho. Enrolada com prejuízos de centenas de milhões de reais, a GOL também não teria fôlego para a aquisição.

Leia ainda:  Avianca Brasil puxa crescimento do grupo Synergy no país

A Avianca, no Brasil, é uma companhia independente, fundada Ocean Air, que usa a marca da companhia colombiana dos irmãos Efromovich, pagando por ela direitos de uso. É, no entanto, bem menor em tamanho e receita. Este ano, deverá superar pela primeira vez a marca de R$ 1 bilhão. Voa basicamente entre grandes capitais e se expande devagar, com a preocupação de consolidar as rotas em que atua, antes de abrir novas.

Procurados no Brasil, representantes da Avianca não foram encontrados para comentar o anúncio do secretário de transportes português.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.