Tamanho do texto

As maiores quedas foram de aparelhos de TV (9,64%) e máquina de fotografar e filmar (7,08%). Grupo dos gastos com lazer subiu mais que a inflação, com alta de 7,20%

Agência Estado

Preço das bonecas subiu 5,79%
Divulgação
Preço das bonecas subiu 5,79%

A variação dos preços dos presentes e serviços mais procurados para o Dia das Crianças foi de 3,19% entre outubro de 2011 e setembro de 2012, abaixo da inflação medida no período, de 5,73%, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor medido pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Descontada a inflação acumulada, portanto, os preços em média não subiram do ano passado para cá, segundo levantamento da FGV.

Os preços para presentes para a data, na média, caíram 3,57% de outubro do ano passado a setembro deste ano. As maiores quedas foram de aparelhos de TV (9,64%) e máquina de fotografar e filmar (7,08%). O preço das bonecas, contudo, subiu 5,79%.

Na mesma base de comparação, o grupo dos gastos com lazer subiu mais que a inflação, com alta de 7,20%. Os preços que mais subiram, nesta lista, foram de refrigerantes e água fora de casa (8,91%) e cinema (8,27%). No grupo, os preços de doces e salgados foram os únicos a subir menos que a inflação (4,87%).

Preços do grupo de vestuário subiram 4,03%, menos que a inflação do período. A alta dos preços das roupas infantis foi de 2,48% enquanto a variação para calçados de criança foi de 9,22%.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas