Tamanho do texto

O rating em moeda estrangeira atribuído à nova empresa é “BB+”, abaixo da nota “BBB” anterior; já a nota da TAM subiu de "B+" para "BB"

Fusão de LAN e TAM foi concluída nesta sexta
Getty Images
Fusão de LAN e TAM foi concluída nesta sexta

A agência de classificação de risco Fitch revisou as notas de crédito das companhias aéreas LAN e TAM, após a conclusão da fusão que deu origem à Latam Airlines .

O rating em moeda estrangeira atribuído à nova empresa é “BB+”, abaixo da nota “BBB” anteriormente atribuída à LAN. Já no caso da TAM, a operação levou a Fitch a aumentar a nota de crédito, de “B+” para “BB”. Em sua avaliação, a agência de classificação de risco considerada a Latam uma continuidade da LAN e a TAM como uma afiliada da nova companhia.

“As novas avaliações refletem os laços legais, operacionais e estratégicos entre as duas companhias”, escreveram os analistas da Fitch em nota. A agência ressalta, no entanto, que, ainda que as sinergias operacionais entre US$ 600 milhões e US$ 700 milhões estimadas pelas companhias com a operação para os próximos quatro anos sejam plausíveis, há uma grande chance de atrasos na entrega desses números por conta de eventuais percalços na integração e do cenário complicado para a aviação no mercado brasileiro.

A combinação entre as empresas foi concluída na manhã de hoje, com o encerramento da oferta de troca de ações da companhia aérea brasileira pelos papéis da LAN .

Na operação, a empresa chilena adquiriu indiretamente uma parte significativa dos direitos econômicos da TAM e 20% dos direitos de voto da companhia. As duas empresas estarão concentradas sob a mesma holding, mas vão manter a separação de suas marcas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.