Tamanho do texto

O banco BTG Pactual fechou na tarde de ontem a aquisição de duas torres do Complexo JK, da construtora WTorre

selo

O banco BTG Pactual fechou na tarde de ontem a aquisição de duas torres do Complexo JK, da construtora WTorre. O valor do negócio não foi revelado. Ao mesmo tempo, o banco comprou 40% de participação em um terreno da construtora próximo ao shopping Morumbi, em São Paulo, onde será construído um edifício comercial de 96 mil metros quadrados.

“Esses negócios fazem parte da nossa estratégia de investir em grandes prédios comerciais no eixo Rio-São Paulo”, diz Carlos Fonseca, sócio do BTG Pactual. “Queremos ter um portfólio relevante de edifícios.”

As duas torres vendidas têm, juntas, 35 mil metros quadrados. Trata-se de menos da metade do tamanho da principal torre do Complexo JK, vendida para o banco Santander em 2008 por mais de R$ 1 bilhão - a maior transação do tipo já realizada no País.

Com as obras já concluídas, os escritórios dos dois novos prédios do BTG devem começar a ser alugados para clientes em novembro. Já no caso do terreno próximo ao shopping Morumbi, o BTG, do banqueiro André Esteves, tornou-se sócio da WTorre em projeto para construir um prédio de 96 mil metros quadros - maior que o do Santander.

As obras devem começar em breve. A negociação não envolveu dinheiro. Para participar do projeto, o banco adquiriu Certificados de Potencial Adicional de Construção (Cepacs), títulos emitidos pela Prefeitura de São Paulo que permitem a uma construção extrapolar os limites de zoneamento para uma região. Esses certificados foram trocados pela participação de 40% no projeto.

Ambos os negócios foram realizados pela área de Merchant Banking do BTG Pactual, com dinheiro próprio do banco. Trata-se da mesma área que realizou aquisições de uma série de empresas fora do setor financeiro, como uma rede de estacionamentos, postos de gasolina, hospitais e participações nas montadoras de veículos Mitsubishi e Suzuki no Brasil. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.