Tamanho do texto

Pela quinta vez consecutiva, empresa de Steve Jobs ficou no topo do ranking; criadora do iPod é seguida por Google e Amazon

Mesmo com a morte de Steve Jobs, empresa segue em boa fase
Getty Images
Mesmo com a morte de Steve Jobs, empresa segue em boa fase
A Apple foi considerada novamente a empresa mais admirada do mundo, segundo ranking publicado nesta sexta-feira pela revista americana Fortune. Nesta lista, outros dois gigantes do setor tecnológico, Google e Amazon, ocupam o segundo e o terceiro lugar.

Leia também: Das dez maiores marcas 7 são de tecnologia, diz Interbrand

A criadora do iPod conseguiu pelo quinto ano consecutivo a medalha de ouro de empresa mais admirada, o que ocorre num excelente momento para a Apple, que é avaliada como a companhia mais valiosa do mundo (mais de US$ 500 bilhões). "Dizer que foi outro grande ano para Apple seria subestimá-la", disse a publicação.

A gigante do Vale do Silício conquistou o primeiro lugar de empresa mais admirada de 2012 entre 50 companhias. A Fortune lembrou que a receita da Apple disparou no ano passado e chegou a US$ 108 bilhões, apesar da morte de seu cofundador, Steve Jobs . A receita foi alcançada principalmente graças às vendas do tablet iPad , que chegaram a triplicar.

Leia também: Embraer no ranking das maiores em defesa

A lista da revista foi divulgada cinco dias antes da companhia possivelmente apresentar sua terceira versão do iPad , o que fez com que as ações da companhia subissem a níveis históricos no índice Nasdaq da Bolsa de Nova York.

Pelo segundo ano consecutivo, a Google ficou na segunda colocação, mesmo após ter vivido em 2011 um período de transição, após seu executivo-chefe, Eric Schmidt, transferir o poder ao cofundador da empresa, Larry Page. O posto de número três da lista ficou com a Amazon . A empresa conquistou a posição do grupo do investidor Warren Buffet, o Berkshire Hathaway, que este ano caiu para a sétima posição.

Leia também: Veja seis "maldades" do Google

"Ao contrário de outras grandes companhias tecnológicas, Amazon está satisfeita sacrificando benefícios a curto prazo para conseguir lucro a longo prazo", assegura Fortune, que detalha que, apesar de sua receita ter subido para US$ 48 bilhões, seu lucro caiu 55% no ano passado.

O quarto lugar é ocupado pela Coca-Cola , que consegue ser líder no mercado apesar da marca passar por dificuldades. A International Business Machines (IBM) , com 100 anos de idade, ficou com a quinta colocação.

Leia também: Coca-Cola muda fórmula secreta de lugar pela primeira vez em 86 anos

Os dez primeiros lugares da lista se completam com as companhias FedEx, Berkshire Hathaway, Starbucks, Procter & Gamble e Southwest. Entre as 50 empresas que mais admiração geram no mundo dos negócios, apenas dez não são americanas (principalmente europeias e japonesas).

As empresas não americanas do ranking são a BMW (Alemanha, 14ª), Singapore Airlines (Cingapura, 23ª), Nestlé (Suíça, 31ª), Toyota (Japão, 33ª), Samsung (Coreia do Sul, 34ª), Wolkswagen (Alemanha, 35ª), Accenture (Irlanda, 43ª), Daimler (Reino Unido, 44ª), Honda (Japão, 50ª) e Unilever (Reino Unido e Holanda, 50ª).

Confira a lista das dez empresas primeira colocadas no ranking da revista:

1.- Apple (EUA)
2.- Google (EUA)
3.- Amazon.com (EUA)
4.- Coca-Cola (EUA)
5.- IBM (EUA)
6.- FedEx (EUA)
7.- Berkshire Hathaway (EUA)
8.- Starbucks (EUA)
9.- Procter & Gamble (EUA)
10.- Southwest Airlines (EUA).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.