Tamanho do texto

Com o resultado, o VBP referente às 20 principais lavouras do País alcançou R$ 205,9 bilhões no ano passado

selo

O Valor Bruto da Produção (VBP) agrícola apresentou elevação de 11,9% em 2011 em comparação com o ano anterior, o melhor desempenho desde 1997, quando o VBP começou a ser acompanhado pelo Ministério da Agricultura. Com o resultado, o VBP referente às 20 principais lavouras do País alcançou R$ 205,9 bilhões no ano passado. Em comunicado, o coordenador geral de Planejamento Estratégico do Ministério, José Garcia Gasques, atribui o bom desempenho aos preços favoráveis e à boa produção no ano. Os produtos que mais contribuíram para o resultado foram o algodão, café, laranja, cana-de-açúcar, milho, soja e uva.

A região Centro-Oeste liderou o crescimento, com aumento de 30,7% no período, favorecida pelo desempenho de Mato Grosso. Em seguida está a região Nordeste (17,3%); o Sul (8,3%); e o Sudeste (7,6%). A região Norte encerrou 2011 com crescimento negativo do valor da produção (-8,9%).

O VBP das principais lavouras previsto para 2012 é de R$ 216,2 bilhões, 5% superior ao de 2011. Os técnicos do Ministério ponderam, no entanto, que a projeção para este ano considera uma safra de 160 milhões de toneladas e não inclui os efeitos da seca no Sul do País, decorrentes do fenômeno La Niña. "Como esse resultado refere-se a um acompanhamento mensal dos preços e quantidades, seus valores vão sendo revisados mensalmente a partir de informações mais atualizadas", explicam os técnicos. O VBP corresponde à renda dentro da propriedade e considera as plantações de soja, cana-de-açúcar, uva, amendoim, milho, café, arroz, algodão, banana, batata-inglesa, cebola, feijão, fumo, mandioca, pimenta-do-reino, trigo, tomate, cacau, laranja e mamona.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.