Tamanho do texto

De acordo com departamento norte-americano Brasil deverá produzir 68,5 toneladas da oleagionosa neste ano

selo

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, por sua sigla em inglês) cortou a estimativa da produção de soja do Brasil na temporada 2011/12 para 68,5 milhões de toneladas no relatório mensal de oferta e demanda divulgado hoje. Em fevereiro, o governo norte-americano estimou a colheita brasileira em 72 milhões de toneladas.

O volume previsto fica pouco abaixo das 68,749 milhões de toneladas previstas ontem pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Na safra 2010/11, o Brasil colheu 75,324 milhões de t, segundo a Conab. O USDA também reduziu a projeção dos embarques brasileiros no ano comercial 2011/12 de 37,8 milhões para 36,9 milhões de toneladas.

Apesar disso, o Brasil se manteve à frente dos EUA, cujas exportações devem alcançar 34,7 milhões de toneladas. A previsão da safra de soja da Argentina em 2011/12 também foi reduzida para 46,5 milhões de toneladas, ante 48 milhões de toneladas no relatório de fevereiro. A estimativa dos embarques argentinos, no entanto, ficou inalterada em 8,9 milhões de toneladas.

Milho

O USDA aumentou em 1 milhão de toneladas a previsão da safra e dos embarques de milho do Brasil na temporada 2011/12, para 62 milhões e 10 milhões de toneladas, respectivamente. Para Argentina, o governo norte-americano manteve projeção da colheita em 2011/12 em 22 milhões de toneladas, enquanto a dos embarques ficou inalterada em 14 milhões de toneladas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.