Tamanho do texto

Medida tenta prevenir a transmissão de agentes da encefalopatia espongiforme a bovinos

selo

O órgão de inspeção agrícola da Rússia informou nesta terça-feira que suspenderia a compra de algumas rações proteicas para animais da União Europeia (UE), um dia depois de proibir importações de gado e suínos do bloco europeu. "Desde 26 de março, a fiscalização russa vem suspendendo em seu território a oferta de proteína de origem animal processada destinada à alimentação de animais de produção (de derivados)", disse o órgão por meio de nota.

Segundo a instituição, haverá várias exceções à medida, inclusive à proteína proveniente de peixe processado. A proibição foi introduzida para alinhar a Rússia às leis internacionais e prevenir a transmissão de agentes da encefalopatia espongiforme, entre outras razões, acrescentou a vigilância governamental. A decisão foi tomada após a Rússia dizer que vai colocar em vigor sua ameaça de proibir importações de gado e suínos vivos dos países da UE, começando nesta terça-feira.

A UE reagiu com irritação, reivindicando que a Rússia suspendesse a proibição hoje mais cedo, dizendo que foi um "sinal muito ruim" aos parceiros econômicos. A Rússia e a UE travaram várias disputas comerciais nos últimos meses. Moscou irritou especialmente o bloco no último verão quando proibiu quaisquer importações de vegetais da UE antes de um encontro entre as partes em julho. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.