Tamanho do texto

Havia preocupações de que o país introduziria tarifas para combater a escassez de oferta

selo

O governo russo informou hoje que não implementará quaisquer restrições à exportação de grãos em 2011/12, uma vez que a situação do mercado local está estável. O comunicado dissipou as preocupações de que a Rússia introduziria tarifas para combater uma escassez de oferta provocada por embarques recordes.

O vice-primeiro-ministro, Viktor Zubkov, frisou que os estoques de passagem e as reservas de intervenção conseguirão satisfazer todas as necessidades domésticas. Os embarques de grãos da Rússia subiram na primeira metade do ano comercial atual, com analistas dizendo que as autoridades estavam dispostas a restringir as vendas externas em cerca de 24 milhões a 25 milhões de toneladas, a fim de garantir a oferta interna.

No entanto, Zubkov afirmou que as exportações de grãos alcançaram 22 milhões de toneladas até agora e podem subir para 27 milhões de toneladas até o fim do ano. Ele acrescentou que as companhias podem facilmente firmar contratos para abril, maio e junho, com os altos preços internacionais devendo beneficiar os produtores russos. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.