Tamanho do texto

Segundo o Cepea, desde fevereiro até a semana passada a valorização tanto do anidro quanto do hidratado chega a 10%

A oferta menor de etanol pelas usinas neste período de entressafra e demanda aquecida ajudaram a manter os preços do etanol sustentados na semana passada em São Paulo, apontou relatório semanal do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP.

O preço ficou mais firme tanto para o hidratado como para o anidro, face ao crescimento das vendas de gasolina C, que recebe a mistura de etanol. Na semana encerrada em 9 de março, o indicador semanal Cepea/Esalq do anidro ficou em R$ 1,279 o litro (valor sem imposto na usina), alta de 2,56% ante a semana anterior.

Para o hidratado, o incremento de 1,65% no período, encerrando a semana em R$ 1,2008 o litro (excluindo imposto). "Na semana passada, o preço hidratado registrou altas diárias", apontou o relatório.

De acordo com o Cepea, parte das usinas consultadas informaram vendas de volumes expressivos, nas quais conseguiram preços mais altos. Segundo o Cepea, desde fevereiro até a semana passada a valorização tanto do anidro quanto do hidratado chega a 10%.

No início de fevereiro, os preços estavam em baixa em São Paulo, importante praça de referência, com a elevação da oferta por parte das usinas, apontava o Cepea na ocasião. A moagem de cana desta temporada está praticamente encerrada. A Unica, a entidade que reúne a indústria, prevê atraso no início da próxima safra, que tradicionalmente inicia em abril.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.